domingo, 4 de maio de 2014

Como surgiu Dose de Vingança?

                Inspirado nas músicas de uma banda de “countrycore” única no Brasil, Matanzahá muito eu queria construir um faroeste que desse início, meio e fim às histórias expostas pela banda em suas letras, partindo de uma interpretação própria. A ideia de escrever Dose de Vingança ganhou o impulso final depois de ver o brilhante filme de Tarantino, “Django Livre”, que preencheu a minha mente com a dose necessária de violência cômica, clichês de antigos faroestes e questões sociais.
           
               Dessa forma surgiu Dose de Vingança. Nele você não vai encontrar a romantização literal das músicas da banda inspiradora, mas sim uma história completa, que busca muito mais incorporar o espírito das músicas (os fãs da banda sabem muito bem do que estou falando) em um faroeste capaz de prender e entreter qualquer amante do velho oeste, seja ele conhecedor das músicas da banda ou não. Não há, também, nenhuma referência direta à banda ou às suas letras, que não deixam de estar presentes, pois serviram de inspiração ao autor. 
             
                   Então recarreguem suas armas, separem seu whisky e apertem seu fumo, porque vai começar a porradaria!